Pular para o conteúdo

Borgonha, Onde fica, o que fazer e tudo sobre o incrível destino francês!

Avalie

Aninhada no coração da França, a região de Borgonha é um tesouro enológico de renome mundial. Com suas colinas ondulantes, vilarejos pitorescos e vinhedos que se estendem até onde a vista alcança, Borgonha é um lugar de beleza singular e tradições centenárias. Mas é no vinho que essa região realmente se destaca. Reconhecida como uma das mais prestigiadas e influentes regiões vinícolas do mundo, Borgonha produz alguns dos vinhos mais cobiçados e refinados, conhecidos por sua elegância e complexidade como poucos outros.

Neste texto, mergulharemos nas profundezas da Borgonha, explorando sua história fascinante, sua geografia única e, é claro, seus vinhos excepcionais. Desde as antigas raízes romanas até os meticulosos métodos de produção de hoje, viajaremos pela história dessa região vinícola lendária, descobrindo os segredos por trás de sua fama e aprendendo sobre os vinhos que a tornaram tão reverenciada. Prepare-se para uma jornada sensorial e cultural, onde cada taça revela uma nova camada de história e sabor, levando-nos a apreciar verdadeiramente o que torna Borgonha tão especial.

Onde fica 

Conheça Borgonha
Conheça Borgonha Foto: Pixabay

Aninhada entre as majestosas cidades de Paris e Lyon, na parte centro-leste da França, encontra-se a histórica região de Borgonha-Franche-Comté. Esta terra rica em história e tradição é o lar de oito micro-regiões distintas e mais de 2,8 milhões de habitantes, cada um contribuindo para a riqueza cultural e diversidade desta área única. A capital regional, Dijon, é uma cidade que respira história, com suas ruas de paralelepípedos e arquitetura medieval.

Para os viajantes que desejam explorar esta região encantadora, chegar a Borgonha é mais simples do que se imagina. Embora não possua um aeroporto próprio, a região é facilmente acessível a partir do aeroporto de Paris. A partir daí, os visitantes têm três opções principais: alugar um carro, pegar um trem ou optar pelo ônibus.

A opção de aluguel de carro oferece a liberdade de explorar a região no próprio ritmo. A viagem de 340 quilômetros é tranquila, com apenas um pedágio pelo caminho, e leva de 3 a 5 horas, dependendo das paradas ao longo do percurso. Para aqueles que preferem uma opção mais relaxante, o trem é uma escolha conveniente. Com opções de trens expressos e regionais, a viagem até Dijon leva em média 3 horas, proporcionando vistas deslumbrantes do campo francês.

Por fim, para os viajantes econômicos, o ônibus é a opção mais acessível. Embora leve cerca de 5 horas para chegar a Dijon, os bilhetes podem custar entre 15 e 25 euros, dependendo da empresa escolhida. A Flexibus, embora mais frequente e um pouco mais cara, oferece uma opção rápida e confortável, enquanto a Ouibus, mais econômica, é ideal para quem busca economizar sem abrir mão da qualidade.

Borgonha
Borgonha Foto: Pixabay

Dijon

A cidade de Dijon, conhecida como a porta de entrada para a região de Borgonha, cativa os visitantes com sua rica história e arquitetura impressionante. Para aqueles que desejam explorar os encantos desta cidade única, o “Percurso da Coruja” oferece uma maneira acessível e informativa de descobrir seus principais pontos turísticos.

Disponível em vários idiomas em postos de atendimento ao turista por apenas alguns euros, esse roteiro proporciona uma visão abrangente da história, arquitetura e marcos mais emblemáticos de Dijon. A opção de incluir um guia de turismo por um custo um pouco mais elevado, mas ainda acessível, oferece uma experiência ainda mais enriquecedora.

Ao seguir o “Percurso da Coruja”, os visitantes têm a oportunidade de explorar locais emblemáticos da cidade, como o Jardim Darcy, um oásis urbano com belos jardins e fontes, e a Ponte Guillaume, cujo design lembra o icônico Arco do Triunfo em Paris. O Palais des Ducs et des États, antiga residência dos duques da região, é uma verdadeira joia arquitetônica que revela a grandiosidade do passado de Dijon. Para os apreciadores de arte, o Museu de Belas Artes oferece uma coleção impressionante que abrange desde a Idade Média até o século XX, apresentando obras de artistas renomados.

Um dos destaques do roteiro é a majestosa Catedral de Notre Dame, que precede até mesmo a famosa catedral parisiense em antiguidade. Além de sua arquitetura deslumbrante, a catedral abriga uma estátua famosa que, segundo a tradição local, tem o poder de realizar desejos, atraindo visitantes em busca de uma experiência única e espiritual.

Com sua riqueza cultural e histórica, Dijon é uma cidade que merece ser explorada em detalhes, e o “Percurso da Coruja” é o ponto de partida ideal para essa jornada fascinante. Ao seguir este roteiro, os visitantes podem mergulhar na essência de Dijon e descobrir por que esta cidade encantadora é um tesouro da Borgonha.

Veja Também: Melhores viagens para casais

Vézelay

Aninhado nas colinas da Borgonha, o vilarejo de Vézelay é uma joia medieval que encanta os visitantes com sua beleza natural e rica história. Rodeado por vinhedos, campos verdejantes e casas de pedra que remontam aos tempos medievais, este destino cativante é um dos tesouros escondidos da região.

O grande destaque de Vézelay é a sua localização majestosa na chamada “colina eterna”, onde a vila se ergue com imponência. Esta colina não é apenas um marco geográfico, mas também um local de importância histórica, tendo sido palco de eventos cruciais para o cristianismo, como a concentração para as Cruzadas, que ecoam através dos séculos.

Além de sua paisagem deslumbrante, Vézelay abriga a imponente Basílica de Santa Maria Madalena, um marco da arquitetura românica e um centro de peregrinação desde a Idade Média. A basílica é famosa por supostamente abrigar relíquias de Maria Madalena, o que atraiu peregrinos e fiéis por séculos.

Para os visitantes interessados em mergulhar ainda mais na história e na cultura de Vézelay, o Museu Zervos é uma parada imperdível. Com uma entrada acessível que varia entre 4 e 8 euros, este museu oferece uma fascinante visão da rica história da região, desde os tempos antigos até a era medieval. Ao percorrer as ruas de paralelepípedos e explorar os cantos pitorescos de Vézelay, os viajantes podem sentir a presença viva do passado em cada esquina.

Com sua atmosfera encantadora e patrimônio cultural impressionante, Vézelay é um destino que cativa os corações daqueles que buscam uma experiência autêntica na Borgonha. Ao visitar este vilarejo histórico, os viajantes têm a oportunidade de testemunhar a interseção entre a natureza, a história e a espiritualidade, criando memórias que perdurarão por toda a vida.

Casinhas em Borgonha
Casinhas em Borgonha Foto: Pixabay

Beaune

Após a imponente Dijon, a cidade de Beaune se destaca como um dos destinos mais cativantes da Borgonha. Conhecida como a capital do vinho da região, Beaune atrai visitantes com seu charme único e uma herança histórica que se revela a cada esquina.

Um dos aspectos mais distintivos de Beaune são suas muralhas que cercam a cidade, criando uma atmosfera encantadora que se torna ainda mais mágica durante a noite. Sob a luz das estrelas, os turistas são presenteados com um espetáculo de luzes que transformam as ruas e praças em um cenário de conto de fadas, proporcionando uma experiência inesquecível.

No entanto, a verdadeira joia de Beaune é o Hospices de Beaune, um hospital do século XV que é um verdadeiro tesouro arquitetônico. Com sua impressionante arquitetura gótica, telhados coloridos e murais magníficos, o Hospices de Beaune é uma obra-prima que transcende o tempo. Além disso, o hospital abriga uma coleção impressionante de obras de arte e arte sacra, oferecendo aos visitantes uma visão fascinante da história e da cultura da região.

O Hospices de Beaune está aberto para visitação todos os dias da semana, das 9h às 17h30, proporcionando aos turistas a oportunidade de explorar sua beleza e história em detalhes. Com uma entrada acessível que gira em torno de € 10, os visitantes podem mergulhar na atmosfera única deste local e descobrir por que Beaune é uma parada imperdível para quem visita a Borgonha.

Veja Também: Conheça os fusos horários dos principais destinos do mundo!

Auxerre

Situada nas margens do rio Yonne, a cidade de Auxerre é um verdadeiro tesouro histórico e artístico que cativa os visitantes com sua rica herança cultural. Este destino encantador é lar de algumas das mais antigas artes plásticas da França, bem como de uma coleção impressionante de relíquias religiosas.

Um dos destaques de Auxerre é a majestosa Catedral de St-Etienne, que abriga uma notável variedade de obras de arte e é um marco da arquitetura gótica. A catedral está aberta todos os dias das 8h30 às 18h, proporcionando aos visitantes a oportunidade de explorar suas maravilhas artísticas e participar das missas católicas que ainda são celebradas neste local sagrado.

Além da catedral, Auxerre é o lar de 35 monumentos históricos e três museus, cada um oferecendo uma visão única da história e da cultura da região. Um desses monumentos é a imponente La Tour de l’Horloge, a torre do relógio do antigo portão de Paris. Construída no século XV, esta torre histórica agora abriga um museu fascinante e está aberta para visitação de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, convidando os visitantes a mergulharem nas profundezas da história de Auxerre.

Com sua riqueza de patrimônio histórico e cultural, Auxerre é uma cidade que convida os viajantes a explorarem suas ruas de paralelepípedos, descobrindo os segredos do passado em cada esquina. Ao visitar esta cidade encantadora, os viajantes têm a oportunidade de testemunhar a interseção entre a arte, a história e a espiritualidade, criando memórias que perdurarão por toda a vida.

Parc Naturel Régional du Morvan

Linda imagem de Borgonha
Linda imagem de Borgonha Foto: Pixabay

Enquanto a Borgonha é conhecida por suas vinhas e cidades históricas, também abriga um tesouro natural escondido: o Parc Naturel Régional du Morvan. Localizado principalmente no departamento de Nièvre, entre Paris e Lyon, este parque regional é um refúgio de beleza natural e vida selvagem.

O Parc Naturel Régional du Morvan oferece uma variedade de atrações para os amantes da natureza e da história. Desde museus que contam a história da região até parques e monumentos que celebram sua rica herança cultural, há muito o que explorar neste paraíso natural.

A melhor maneira de explorar o parque é de carro, seguindo as trilhas determinadas que foram estabelecidas para proteger a vida animal e preservar a beleza natural da área. Essas trilhas oferecem vistas deslumbrantes e a oportunidade de se conectar com a natureza em seu estado mais puro.

Além disso, o Parc Naturel Régional du Morvan é um paraíso para os entusiastas de atividades ao ar livre. Os visitantes podem desfrutar de trilhas para caminhadas que serpenteiam por paisagens deslumbrantes, nadar em lagos cristalinos ou acampar sob as estrelas em áreas designadas, tudo de forma gratuita.

Com sua combinação de beleza natural intocada e uma rica oferta cultural, o Parc Naturel Régional du Morvan é um destino imperdível para quem busca uma experiência autêntica na Borgonha. Ao explorar este santuário natural, os visitantes têm a oportunidade de se conectar com a natureza de uma forma única e descobrir a verdadeira essência desta região deslumbrante.

E aí, o que achou de conhecer esse incrível destino localizado na França? Se o artigo foi útil para você, me conte nos comentários qual foi sua parte preferida, e se pretende conhecer em algum momento.

Não esqueça de acompanhar o Agora Viagem, para não ficar por fora de nenhuma novidade.

Perguntas Frequentes

Quais são as principais características que tornam a região da Borgonha famosa no mundo todo?

A Borgonha é conhecida por sua produção de vinhos de alta qualidade, especialmente os tintos elaborados a partir das uvas Pinot Noir. Além disso, a região é rica em história e cultura, com suas cidades históricas, castelos e paisagens deslumbrantes.

Como é o clima na região da Borgonha e como ele influencia a produção de vinhos?

O clima da Borgonha é continental, com invernos frios e verões quentes. Esse clima variado, juntamente com a diversidade de solos e microclimas, contribui para a complexidade dos vinhos da região. A influência do clima é especialmente evidente nos vinhos tintos de Pinot Noir e nos brancos de Chardonnay, que refletem as características únicas de cada safra.

Além dos vinhedos e da produção de vinhos, quais são outras atrações turísticas importantes na Borgonha?

A Borgonha oferece uma variedade de atrações turísticas, incluindo cidades históricas como Dijon e Beaune, que são famosas por sua arquitetura, museus e gastronomia. A região também é conhecida por seus castelos medievais, abadias e paisagens naturais, como o Parc Naturel Régional du Morvan, que oferece oportunidades para atividades ao ar livre e ecoturismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *