Pular para o conteúdo

Milão: Onde fica, o que fazer e tudo sobre o incrível destino!

Avalie

Milão, a capital da região da Lombardia, é uma cidade que respira arte, moda, história e cultura. Localizada no norte da Itália, esta metrópole vibrante e cosmopolita é conhecida como um dos principais centros de moda e design do mundo, atraindo visitantes de todas as partes em busca de estilo e sofisticação. Mas Milão vai além das passarelas e das boutiques de grife.

Com uma rica herança histórica, a cidade abriga uma impressionante variedade de monumentos, igrejas e museus, que contam a história e a evolução desta cidade fascinante. Dos magníficos afrescos da Última Ceia de Leonardo da Vinci ao imponente Duomo di Milano, a catedral gótica que domina o centro da cidade, Milão é um verdadeiro tesouro para os amantes da arte e da arquitetura.

Além disso, a cidade oferece uma culinária deliciosa, com pratos tradicionais italianos e uma cena gastronômica moderna e inovadora. Prepare-se para se encantar com a beleza e o charme de Milão, uma cidade que combina tradição e modernidade de forma única e cativante.

Duomo de Milano

Milão
Milão Foto: Pinterest

O Duomo de Milano é uma das principais atrações da cidade e uma das catedrais góticas mais impressionantes do mundo. Sua magnitude e beleza arquitetônica são de tirar o fôlego, tornando-a um marco icônico de Milão.

A construção da catedral começou em 1386 e levou mais de 400 anos para ser concluída. Sua fachada é adornada com mais de 8 mil blocos de mármore e mais de 2 mil esculturas, criando uma visão deslumbrante.

No interior, a catedral é um verdadeiro tesouro, com 52 colunas góticas imponentes que sustentam o teto, belos vitrais que contam histórias sagradas e sarcófagos impressionantes. Durante a Segunda Guerra Mundial, os vitrais foram temporariamente substituídos por pedaços de madeira para protegê-los dos bombardeios.

Além do interior magnífico, os visitantes podem explorar a área arqueológica no subsolo, que preserva os restos da Basílica de Santa Tecla e do batistério de San Giovanni alle Fonti. Um dos destaques do Duomo é o terraço, que oferece uma vista panorâmica da cidade a uma altura de 70 metros. O terraço é acessível por elevador ou por uma escada de 201 degraus, e vale cada euro pago pelo ingresso.

O Duomo de Milano é uma visita obrigatória para quem visita Milão, oferecendo uma experiência única e inesquecível.

Galeria Vittorio Emanuele II

A Galeria Vittorio Emanuele II, localizada próxima ao Duomo di Milano, é um dos ícones de Milão e um lugar que não pode deixar de ser visitado. Com uma arquitetura deslumbrante, esta galeria luxuosa abriga algumas das mais renomadas lojas de moda do mundo, como Prada, Louis Vuitton e Tod’s, além de diversos restaurantes e cafés de alta qualidade, como o Biffi, Il Camparino e o majestoso Savini.

Construída entre 1865 e 1877, a galeria possui um teto de ferro e vidro que lhe confere um charme único. Durante a Segunda Guerra Mundial, em 1943, a galeria foi quase completamente destruída pelos bombardeios ingleses, juntamente com outros edifícios da cidade. No entanto, após esse período sombrio, a galeria foi reconstruída e retomou todo o seu esplendor original.

Visitar a Galeria Vittorio Emanuele II é mergulhar na história e na elegância de Milão, além de ser uma oportunidade única de apreciar a arquitetura e o design deslumbrantes deste local icônico.

Veja Também: Onde passar a lua de mel?

Castello Sforzesco

O Castello Sforzesco é um dos símbolos mais marcantes de Milão, construído no século XV por Francesco Sforza, em pleno período do Renascimento italiano. Naquela época, o castelo era um centro de cultura e entretenimento, frequentado por poetas e artistas renomados como Donato Bramante e Leonardo da Vinci, que deixaram suas marcas no local.

Após a invasão francesa, o castelo perdeu seu caráter de residência nobre e se tornou uma base militar. Durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, em 1943, o castelo foi danificado, mas foi restaurado e hoje desempenha um importante papel cultural em Milão.

Atualmente, o Castello Sforzesco abriga diversos museus e bibliotecas, incluindo a Enfermaria Espanhola da Praça das Armas, onde está a famosa obra inacabada de Michelangelo, a Pietà Rondanini. O Museu de Arte Antiga, com a Sala delle Asse de Da Vinci, e o Museu de Pré-história são outras atrações imperdíveis dentro do complexo. A visita ao castelo é uma verdadeira viagem ao passado, repleta de história e cultura.

Veja Milão
Veja Milão Foto: Pixabay

Arco della Pace

Saindo do magnífico Castello Sforzesco, atravesse o encantador Parque Sempione. O caminho é um convite à contemplação, com seus jardins bem cuidados, lagos serenos e uma vegetação exuberante. Ao final desse agradável passeio, você se deparará com uma das mais belas obras arquitetônicas de Milão: o Arco da Paz, ou Arco della Pace.

Construído no século XIX, o Arco della Pace é um exemplo notável de arquitetura neoclássica milanesa. Com seus imponentes 25 metros de altura e 24 metros de largura, o arco é adornado com esculturas de cavalos e uma carruagem de bronze no topo, que conferem uma majestosa presença ao monumento.

Além de sua beleza arquitetônica, a região ao redor do Arco della Pace oferece uma variedade de ótimos restaurantes com preços acessíveis. É o local ideal para uma pausa gastronômica, onde você pode desfrutar de uma refeição deliciosa e autêntica da culinária local.

Igreja Santa Maria delle Grazie

Santa Maria delle Grazie é uma joia arquitetônica e cultural de Milão. Esta igreja e convento dominicano são reconhecidos pela UNESCO como Patrimônios Mundiais, sendo um dos principais atrativos da cidade.

Um dos destaques do local é o Cenacolo Vinciano, ou “A Última Ceia”, uma das obras-primas de Leonardo da Vinci. A pintura, que retrata o momento da última ceia de Jesus com seus discípulos, está localizada no refeitório do convento, ao lado da igreja.

Durante a Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1943, a região da igreja foi bombardeada por aviões americanos e britânicos, causando danos significativos. No entanto, apesar dos estragos, a parede onde está a “A Última Ceia” resistiu aos ataques, mantendo a obra intacta.

É importante ressaltar que, devido à grande demanda, é necessário comprar e reservar os ingressos com antecedência pela internet para visitar o Cenacolo Vinciano. Não é possível adquirir entradas no local, por isso, planeje sua visita com cuidado para não perder a oportunidade de contemplar essa obra-prima de Da Vinci.

Teatro alla Scala

O Teatro alla Scala é um verdadeiro ícone cultural de Milão e uma das casas de ópera mais renomadas do mundo. Sua história remonta a 1778, quando foi inaugurado a pedido da Imperatriz Maria Teresa da Áustria, após o Teatro Regio Ducale ser destruído por um incêndio em 1776.

A grandiosidade e a beleza arquitetônica do Teatro alla Scala impressionam até os dias de hoje. Sua fachada imponente e elegante é um convite para explorar seu interior, repleto de história e magnificência.

Para os amantes da ópera, assistir a um espetáculo no Teatro alla Scala é uma experiência única e inesquecível. No entanto, devido à grande procura, os ingressos costumam esgotar rapidamente e é necessário adquiri-los com antecedência através do site oficial do teatro.

Mesmo que não seja possível assistir a um espetáculo, vale a pena visitar o teatro pelo lado de fora para apreciar sua arquitetura e sentir a atmosfera cultural que envolve esse importante monumento de Milão.

Veja Também: Melhores viagens para casais

Igreja de St. Maurizio Corso Magenta

A Igreja de St. Maurizio Corso Magenta é uma jóia renascentista que encanta os visitantes desde sua construção em 1503. Localizada na mesma rua do famoso Cenáculo de Leonardo da Vinci, esta igreja é uma verdadeira obra de arte em si mesma.

Ao entrar, os visitantes são recebidos por um interior deslumbrante, decorado com afrescos do século XVI que cobrem as paredes e o teto, retratando cenas religiosas e históricas com uma riqueza de detalhes impressionante. O luxo se estende aos quadros magníficos e aos detalhes em ouro que adornam cada espaço da igreja.

Um dos destaques da igreja é o seu imenso órgão, que adiciona uma imponência ainda maior ao ambiente. A atmosfera de serenidade e beleza que envolve a igreja é uma experiência única para os visitantes, proporcionando um momento de contemplação e admiração pela arte sacra.

A entrada na Igreja de St. Maurizio Corso Magenta é gratuita, mas é importante respeitar o dress code do local, evitando roupas curtas ou decotadas, como sinal de respeito ao ambiente sagrado. Uma visita a esta igreja é uma oportunidade imperdível de apreciar a riqueza artística e cultural de Milão.

Conheça Milão
Conheça Milão Foto: Pixabay

Navigli

Navigli é um dos bairros mais vibrantes e encantadores de Milão, conhecido por sua atmosfera boêmia e seus charmosos canais. Durante o dia, o bairro é um verdadeiro paraíso para os amantes de artesanato, com suas lojas e mercados repletos de produtos locais.

No entanto, é à noite que Navigli realmente ganha vida. As luzes dos bares e restaurantes se acendem, criando uma atmosfera mágica e acolhedora. Os canais que cortam o bairro refletem essas luzes, criando um cenário deslumbrante e romântico.

O bairro de Navigli é conhecido por sua diversidade e tolerância, onde todas as tribos são bem-vindas. O clima de amizade e respeito é palpável, tornando-o o local ideal para uma noite memorável em Milão.

Para chegar a Navigli, basta pegar a linha 2 do metrô e descer na estação Porta Genova. Uma vez lá, você poderá desfrutar de uma das experiências mais autênticas e cativantes que Milão tem a oferecer.

E aí, o que achou de conhecer esse incrível destino localizado em Milão? Se o artigo foi útil para você, me conte nos comentários qual foi sua parte preferida, e se pretende conhecer em algum momento.

Não esqueça de acompanhar o Agora Viagem, para não ficar por fora de nenhuma novidade.

Perguntas Frequentes

Quais são os principais pontos turísticos de Milão?

Milão possui diversos pontos turísticos famosos, como o Duomo di Milano, a Galeria Vittorio Emanuele II, o Teatro alla Scala, o Castello Sforzesco e a Igreja de Santa Maria delle Grazie, que abriga a famosa obra “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci.

Qual é a melhor forma de se locomover em Milão?

Milão possui um eficiente sistema de transporte público, incluindo metrô, ônibus e bondes, que facilitam o deslocamento pela cidade. Além disso, muitas atrações turísticas estão localizadas no centro da cidade, sendo possível explorá-las a pé.

Quais são as opções de compras em Milão?

Milão é conhecida como uma das capitais da moda do mundo, oferecendo diversas opções de compras, desde lojas de grife na famosa Via Montenapoleone até mercados de rua e lojas de artesanato em bairros como Navigli.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *