Pular para o conteúdo

O que fazer em Cuiabá? 5 locais históricos e outras opções

Avalie

Se você está pensando em viajar para a cidade de Cuiabá e está organizando o seu roteiro para a viagem e não sabe o que incluir, nós da equipe Agora Viagem vamos mostrar o que fazer em Cuiabá e quais os pontos turísticos que a cidade reserva para você. Acompanhe a seguir!

Sobre Cuiabá

Situado a margem esquerda do rio Cuiabá e Capital do estado do Mato grosso, o município de Cuiabá integra a região Centro Oeste do País e é conhecida como “cidade verde”. O apelido se atribui pela grande diversidade de vegetação presente na região, a cidade oferece um ótimo passeio para quem deseja visitar destinos de ecoturismo.

Criada em 1719, Cuiabá atua como principal polo industrial e comercial do estado do Mato Grosso e conta com mais de 630 mil habitantes, porém, quando somamos sua região metropolitana e incluímos suas cidades vizinhas como Várzea Grande, a população ultrapassa a marca de 1 milhão de pessoas.

Cuiabá é uma cidade com muita cultura e tradição, possui diversas culturas locais, através de uma visita a cidade, é possível conhecer a cultura indígena que é muito presente na região e do mesmo jeito, a cultura dos povos que imigraram para Cuiabá e de seus respectivos colonizadores.

A cidade possui uma ótima culinária local, na qual se torna especial pelos produtos que são encontradas na própria região, como o cultivo da mandioca, pequi e peixes.

Por que viajar apara Cuiabá?

Para quem é apaixonado por história e admira estruturas antigas, Cuiabá é repleta de cultura! É possível admirar a arquitetura de suas casas e prédios antigos através do centro cultural.

Alguns desses lugares já foram tombados pelo IPHAN, que é o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico. Este órgão é responsável pela preservação e divulgação do patrimônio cultural do país, nos qual tornou as edificações em museus na cidade de Cuiabá.

Cuiabá é uma cidade que atrai muitos turistas que acreditam em lugares místicos e coisas relacionadas, isso se atribui pelo fato de que Cuiabá fica localizada no ponto exato onde marca o meio da América do Sul, no qual se localiza na metade da distância entre sul, norte, leste e oeste do continente. Na cidade existe um monumento registrando o marco, ótimo lugar para encaixar em seu roteiro sobre o que fazer em Cuiabá.

O que fazer em Cuiabá, imagem aérea da cidade.
O que fazer em Cuiabá, imagem aérea da cidade. Foto: Reprodução

Fuso Horário

Vale ressaltar que o fuso horário de Mato Grosso não é o mesmo de Brasília, no qual, é uma hora a menos do que no resto do Brasil.

Se em Santa Catarina são 9 horas da manhã, em Cuiabá ainda será 8 horas da manhã.

Afinal, o que fazer em Cuiabá?

Após conhecer alguns fatos sobre sua origem e cultura, abaixo vamos mencionar alguns pontos turísticos da cidade para você colocar e seu roteiro. Acompanhe!

Centro histórico

Como mencionado acima, Cuiabá possui uma área com edificações tombadas que se tornaram museus, para os apaixonado por história, com certeza é um local que não pode passar desapercebido! Abaixo, irei listar alguns edifícios para você visitar.

Museu do Morro da Caixa D’Água Velha

Através de uma reserva subterrânea do século XIX que durante 140 anos foi o único reservatório da cidade, nos dias de hoje atrai muitos =turistas locais e de fora do estado. Localizado na região central de Cuiabá, o museu apresenta de forma simples, a história do local e da cidade, na qual possui algumas peças do antigo reservatório e fotos antigas de Cuiabá.

Vale ressaltar que para realizar a visita ao local é necessário se atentar ao horário de funcionamento, o acervo abre as 9h fecha as 11h, retorna as 13h e se estende até as 17h, funciona de segunda feira a domingo. A entrada no museu é gratuita!

Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito

De uma forma não muito comum, existe em Cuiabá uma Igreja que presta sua dedicação a dois santos: Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.

A Igreja acompanha a história de Cuiabá, está presente na cidade desde a sua criação. A Igreja foi fundada no de 1730 e ainda estão conservadas suas características da arte barroca e do rococó presentes no interior da igreja.

A Igreja representa um dos marcos da cidade e sua fachada é típica da arquitetura colonial brasileira, em seu interior, a decoração é feita através de talha dourada e prateada.

Igreja do Rosário e São Benedito
Visão frontal da Igreja do Rosário e São Benedito. Foto: Reprodução

Foi tombada pelo IPHAN no ano de 1975 e atualmente ela é o palco principal da Festa de São Benedito, que é uma das festas religiosas mais antigas do estado de Mato Grosso.

Santuário Nossa Senhora do Bom Despacho

Com a inspiração na Catedral de Notre Dame de Lourdes em Paris, a Igreja foi construída no ano de 1956 através de doações por fiéis e sua arquitetura é de característica classificada como Neogótica, no qual a Igreja possui vitrais que foram trazidos da Bélgica.

Museu de Arte Sacra

Construído no ano de 1980, o Museu de Arte Sacra fica em anexo ao santuário Nossa Senhora do Bom Despacho e contêm diversos itens e testemunhos sobre o povo mato-grossense e apresenta algumas peças sobre a escravidão que ocorreu no Brasil.

É importante mencionar que a entrada no museu não é gratuita e que seu funcionamento é de quarta-feira a domingo.

Casa do Artesão

Outro ponto turístico que precisa estar em seu roteiro é a Casa do Artesão. Propiciando a cultura na região, o local funciona dentro de uma das estruturas mais históricas da cidade e dedica o seu espaço para a prospecção dos artistas locais, no qual realiza a venda e exposição de seus trabalhos.

O local onde fica a Casa do Artesão, foi construído no ano de 1910 e, no ano de 1983 através de um decreto recebeu o status de casa cultural e ainda se deu início a Casa do Artesão.

Outros locais em Cuiabá

Apesar da visita se pagar apenas pelo centro cultural, Cuiabá oferece outras atrações, como por exemplo, a Arena Pantanal, no qual tornou Cuiabá uma das 12 sedes da Copa do Mundo no ano de 2014. Conheça o estádio e ouras opções de turismo a seguir!

Arena Pantanal

Para quem é apaixonado por futebol, com certeza a Arena Pantanal já faz parte do seu roteiro quando você pensa o que fazer em Cuiabá. Contando com uma arena multiuso, o estádio foi construído a partir de todos os padrões da Fifa para sediar as partidas da Copa do Mundo Fifa 2014.

A arena sediou 4 jogos na copa e outras 5 partidas na Copa América de 2021. Sua capacidade abrange um total de público estimado em 44 mil pessoas e reuniu um orçamento de R$ 454,2 Milhões para a sua construção.

Arena Pantanal
Arena Pantanal. Foto: Reprodução.

O estádio traz sua arquitetura voltada para as características da cidade de Cuiabá, na qual inclui áreas verdes em sua volta. A Arena Pantanal foi construída visando um multiuso e também é usada em feiras agropecuárias e em grandes shows na cidade.

Centro Geodésico da América do Sul

Como já mencionado acima, Cuiabá ocupa o centro da América do Sul e isso está registrado na cidade através de um obelisco com mais ou menos 20 metros, feito em mármore, marcando o exato ponto no qual está inserido o centro da América do Sul.

Marco do centro da América do Sul
Visto de cima, este é o marco exato do centro da América do Sul. Foto: Reprodução

A visita ao local pode não ser muito atrativa, mas é muito positiva para quem deseja postar uma foto para o Instagram ou até mesmo para guardar para si. O local é atribuído de muito mistério por algumas pessoas e sempre atrai muitos turistas por este motivo.

Parque Tia Nair

Para quem deseja passar um tempo com a família em um ambiente apropriado e cercado pela natureza presente em Cuiabá ao ar livre, o Parque Tia Nair traz um ótimo espaço para o lazer em família e a prática de esportes.

O espaço contém uma ciclovia, estação de ginástica além de opções mais radicais coma a tirolesa e mais tranquilos como um passeio de pedalinho em um exuberante lago no local.

Parque Mãe Bonifácia

Inaugurado no ano 2000, é uma ótima opção de parque urbano para para quem busca o que fazer em Cuiabá, o parque oferece a possibilidade de realizar atividades físicas, contendo diversos equipamentos para o uso físico e algumas trilhas de asfalto.

O acesso ao parque é de forma gratuita, no qual diversas ONGs e entidades promovem a prática de interações sociais atreladas a atividade física.

O local apresenta uma vegetação típica do cerrado no que traz toda a fauna do cerrado, na qual os turistas que visitam Cuiabá e passam pelo parque podem ver saguis, cutias, gambás, cobras e aves em seu habitat natural, seja nas árvores ou até mesmo durante um passeio nas trilhas do parque.

Além de todo o espetáculo proporcionado pela natureza, o local é um ótimo ambiente para descanso através da sombra projetada através de suas árvores. O horário de funcionamento da atração é das 06h até as 18h. funcionando em todos os dias da semana.

Parque das Águas

Outra opção de parque para turistas e residentes de Cuiabá, é o Parque das Águas, com suas exuberantes fontes iluminadas, o parque proporciona um destino perfeito para que busca um local relaxante.

No formato 24 horas, o Parque está esperando por você e sua família para conhecer o Show das Águas, que acontece todos os dias entre o horário das 20h se estendendo até as 21h30, o local possui um ótimo ambiente visual e musical.

Ademais, o Parque também é apto para a realização de atividades físicas, possuindo pistas para realizar uma corrida ou até mesmo uma caminhada. Além disso, em seus arredores, estão localizados alguns restaurantes e bares.

Parque da Família

Funcionando desde o ano de 2019, o Parque da Família, é outro local próspero para o lazer e para a realização de atividades físicas. Dentro do Parque têm um espaço adequado para o lazer, além de um campo de futebol, academia e outras formas propicias ao lazer e diversão.

O Parque da Família está aberto todos os dias, abrindo às 05 horas da manhã e fechando as 22h30 da noite.

Chapada dos Guimarães

Este é definitivamente para você que está buscando o que fazer em Cuiabá, A Chapada dos Guimarães é um local para visita obrigatória para quem viaja para a região.

Imagem área mostrando as belezas naturais da Chapada dos Guimarães. Foto: Reprodução
Imagem área mostrando as belezas naturais da Chapada dos Guimarães. Foto: Reprodução

Possuindo muitas cachoeiras e proporcionando um passeio ecológico por meio em suas diversas trilhas, o local fica um pouco distante da cidade, são cerca de 70 km, mas para quem busca aventura e belas paisagens naturais é uma ótima opção.

Vivência Indígena

Outro ponto turístico que é bastante comum para quem viaja para a região, é observar como funciona a vivência indígena que é muito presente na região.

Através de roteiros de viagens pagas pelas regiões indígenas com guias e tudo mais, é possível conhecer um pouco mais da rotina e cultura indígena.

Nestes roteiros geralmente o turista presencia como funciona a dança, cantos, pinturas corporais e a realização artesanal, além de ouvir um pouco das histórias e mistérios dos índios.

Também é possível vivenciar a cultura indígena, através da realização das pinturas em seu corpo ou pelos banhos nos rios que cercam a região.

Para quem busca aventura e praticar o arco e flecha, é um ótimo destino, se tornando um grande passeio para toda a família ou grupo de amigos que buscam vivenciar aventuras em meio a natureza conhecendo esta cultura incrível.

Gostou?

E aí, Curtiu as dicas sobre o que fazer em Cuiabá? Conseguiu incluir algum dos locais aqui disponibilizados no seu roteiro? Se você quiser atribuir alguma informação sobre algum ponto turístico aqui mencionado ou sobre algum que ficou de fora, deixe seu feedback abaixo. Para mais conteúdos como este, acompanhe a página principal do Agora Viagem.

Perguntas Frequentes

A visita no Museu do Morro da Caixa D’Água Velha é paga? E qual o horário de funcionamento?

A visita é gratuita e o Museu está disponível das 09h até as 11h, retorna as 13h e se estende até as 17h

Qual a diferença do Fuso Horário de Brasília para o de Mato grosso?

O Horário de Brasília está 1 hora na frente do horário em Mato Grosso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *